Foto: montagem/twitter.

De novelas mexicanas a Harry Potter, passando por  personagens adorados por gerações, como o Zé Colmeia e o Mestre dos Magos, além de atuações em carne e osso em filmes e novelas. Essa é a carreira artística de Miguel Rosenberg, que faleceu nesta sexta, 6 de maio.

Mesmo aos 90 anos, ele ainda trabalhava, e, segundo o estúdio que o empregava, o veterano estava internado há uma semana, após sofrer um AVC duas semanas atrás

Em sua carreira, podemos citar grandiosos trabalhos, como a novela “Redenção”, da TV Tupi, e em “Selva de Pedra”, da Rede Globo. No cinema, fez parte de “Assalto ao Trem Pagador” (1960), “Rio, 40 Graus” (1954) e “A Espera” (2007), que foi selecionado para o “Festival de Cannes”, na França.

Foto: montagem/twitter.

Como dublador, suas mais notáveis aparições foram com os personagens “Zé Colméia”, o “Sr. Burns”, patrão ranzinza de “Hommer” em “Os Simpsons”, além de ter sido a segunda voz do “Mestre dos Magos”, em “Caverna do Dragão”.

Em “Harry Potter”, deu voz a Cornélio Fudge (Robert Hardy), além de ter sido responsável por dublar personagens de animações como “Vida de Inseto”, “Toy Story”, “Pocahontas” e “Mulan”. Para o SBT, trabalhou em “Marimar”, “Carrossel das Américas” e com  o  marcante Fernando de La Vega em “Maria do Bairro”.

Assista a entrevista:



#COMPARTILHAR!

COMENTÁRIOS:

PARCEIROS DO SITE ANIMES ÓRION: